Home ⠀Instagram Instagram testa reações de emojis parecida como o curtir do Facebook em mensagens diretas

Instagram testa reações de emojis parecida como o curtir do Facebook em mensagens diretas

Assim como já ocorre no Messenger, o Facebook pretende implementar o uso de emoji nas reações no direct do Instagram. A notícia foi dada por Jane Wong — especialista em engenharia reversa e bastante conhecida por buscar novidades analisando códigos de aplicativos populares  — em seu Twitter, no dia 30 de janeiro.

Até o momento, os testes estão sendo feitos apenas internamente, com os funcionários da corporação. Isso significa que os demais usuários precisarão aguardar o lançamento oficial do recurso para ter acesso a essa novidade. Ainda assim, é possível continuar utilizando as reações rápidas que aparecem nos Stories — que funciona de forma bem semelhante.

Apesar de ainda não ter sido divulgada nenhuma data oficial para a implantação dessa nova funcionalidade, Jane afirma em um de seus tweets que o Instagram vem trabalhando nas reações desde outubro de 2019. Com isso, a expectativa é de que a novidade não demore muito para ir ao ar e chegar até nós, meros mortais.

Instagram is working on Reactions for Direct Messages

Currently, “non-employees can only see the ❤️ reaction”

Facebook’s Tech Comms Manager @alexvoica confirmed this unreleased feature and this is “something they’ve been testing for a few days” pic.twitter.com/EzVWfA6Doo

— Jane Manchun Wong (@wongmjane) January 30, 2020

O que está por trás dessa mudança

Como outras plataformas, Twitter e o Messenger, por exemplo, já têm trabalhado nessas ferramentas, é natural que o Instagram também siga o fluxo e libere a função que permita enviar emojis nas reações no direct (e não apenas nos Stories, como é atualmente).

Um dos objetivos é investir em novidades que mantenham a rede relevante para seus usuários, fazendo com que o interesse continue vivo. Isso pode ser feito tanto por meio de funções utilizadas por concorrentes (como o Snapchat) quanto anunciando algo novo, como é o caso de importar as reações do Facebook.

Outro fator é o ganho em engajamento, visto que os usuários vão poder interagir melhor nas conversas e torná-las ainda mais divertidas (ou não). Para os perfis comerciais, a nova funcionalidade pode ser ainda mais útil, uma vez que a reação do público ajuda a entender qual é o sentimento envolvido em determinada situação, principalmente quando o direct é usado com a intenção de solucionar alguma demanda.

Nesses casos, fica mais fácil identificar um alto grau de insatisfação e saber melhor quando o caso necessita de atenção e acompanhamento especial. Assim, é possível que as relações se tornem ainda mais próximas e personalizadas.

Planos para o futuro 

Por parte do Facebook, estima-se que existe o objetivo de combinar o back-end de todas as plataformas focadas em troca de mensagens da empresa, ou seja, direct do Instagram, Facebook Messenger e WhatsApp. 

As pessoas querem poder escolher qual serviço utilizar para se comunicar. Hoje, entretanto, se você quiser enviar uma mensagem para alguém no Facebook, é preciso usar o Messenger. No Instagram, é necessário o Direct. No WhatsApp, é preciso que a outra pessoa também tenha o app. Queremos dar às pessoas a chance de escolher. Sendo assim, elas podem falar com seus amigos de todas as redes sociais utilizando qualquer aplicativo que preferirem”, explicou Zuckerberg.

Dessa forma, a comunicação entre eles seria mais fluída, além de poder centralizar todas as conversas em um só lugar. Isso só reforça ainda mais a ideia de que o Facebook enxerga as reações no direct do Instagram não só viável, como também necessária.

E aí, o que você achou dessa novidade? Agora, só nos resta esperar as reações no direct do Instagram e ficar atentos a uma possível mudança que pode ocorrer na hora de dar “amei” em alguma mensagem. 

Enquanto a mudança não é implementada, que tal acompanhar outras publicações aqui do blog? Assine a nossa newsletter e acompanhe bem de perto outras novidades ligadas ao Instagram!

Fonte: SocialMediaToday

Você também pode gostar

Deixe um Comentário

EBOOK - Guia da produção de conteúdo para redes sociais Baixe gratuitamente!