Home Marketing e Vendas Gestão de redes sociais: Saiba como criar uma estratégia de resultados
FacebookTwitterLinkedinWhatsappMessenger

Gestão de redes sociais: Saiba como criar uma estratégia de resultados

Gestão de redes sociais

Se você quer ter resultados com o marketing digital em seu negócio, precisa montar uma estratégia bem elaborada. Nela, não podem faltar as redes sociais, porque elas ajudam você a conectar-se com o seu público na internet além do seu seu site.

Claro que você já deve conhecer o potencial deste canal, mas não imagina o quanto a gestão das redes sociais fará toda a diferença para o seu negócio. Podemos dizer que sem ela, é possível que você não consiga nem chegar perto dos objetivos almejados com as redes. 

Se você ainda não sabe por onde começar, está lendo o artigo certo! Vamos ensiná-lo a criar a sua estratégia e a fazer a gestão das redes sociais da sua empresa com muito mais eficiência. 

Vamos lá!?

Como trabalhar com gestão de redes sociais?

Você que ainda pretende começar a trabalhar com as redes sociais, deve ter dúvidas triviais como essa. Por onde e como começar, não é? Bem, apesar de parecer clichê, nós temos a principal dica: você deve estar onde o seu cliente está

Isso quer dizer que não adianta fazer uma conta em cada uma das mídias sociais e esperar ter os mesmos resultados em todas. Inclusive, pode ser que em algumas você nem mesmo tenha algum resultado que justifique o trabalho.

Por isso, faça uma boa pesquisa, entenda o comportamento do seu usuário e descubra em quais dessas redes você mais precisa dedicar seus esforços.

Quais são as redes sociais?

Podemos citar uma variedade enorme de redes. Mas, temos as principais que é onde o seu usuário pode estar. Basta traçar o perfil do consumidor que você pretende alcançar e já montar a sua estratégia.

Facebook

Essa é a rede mais populosa e também muito conhecida em diferentes localidades, para pessoas de todas as faixas etárias. O Facebook tem várias funcionalidades. Por ele, é possível compartilhar gifs, links, imagens, vídeos, texto, publicar artigos, montar comunidades (grupos), convidar para eventos, criar a sua página comercial, dentre várias outras funcionalidades.

Ele permite também uma variada forma de engajamento com cada publicação e mais liberdade para o usuário ao seguir, deixar de seguir, bloquear, fazer e desfazer amizade com quem desejar.

É uma rede mais ampla, variada e que garante mais recursos para o seu negócio.

Instagram

O Instagram é a segunda rede mais populosa da internet, com 1 bilhão de usuários ativos e uma audiência diária de 800 milhões nos stories. A rede é mais visual, permitindo o compartilhamento de imagens e vídeos mais curtos (em formato de publicação e story). Apesar de ter algumas limitações de recurso, se comparado com o Facebook, tem um engajamento 10 vezes maior.

Permite que você siga pessoas, páginas comerciais e também hashtags, para estar antenado no seu assunto de maior interesse. A rede estimula alto engajamento, mas é uma das que precisam de mais criatividade e assertividade na estratégia, para manter a relevância das publicações e obter resultados. 

Youtube

Ele tem se versatilizado com o tempo, oferecendo funções como a de compartilhar texto e imagem. Mas, o forte mesmo é o compartilhamento de vídeos pequenos ou não. Ter um canal no Youtube é importante para levar conteúdos maiores, mais explicativos e com mais detalhes. 

É uma rede que exige um pouco mais de tratamento de vídeo, além de conteúdo mais enriquecido, para prender a atenção do usuário e, também, para fazer diferença.

LinkedIn

Com funcionalidades bem parecidas com o Facebook, essa rede já tem um perfil totalmente corporativo. Aqui não é lugar de você compartilhar bobagens, memes ou algo que não seja voltado para a sua vida profissional ou relacionado. 

Para empresas, as iniciativas do seu time, oportunidades de emprego, conteúdos educacionais e reconhecimentos públicos a funcionários que fizeram a diferença são estilos de publicação que fazem sentido para o LinkedIn e que costumam ter bom engajamento.

Pinterest

Bastante usado para fins de portfólio (principalmente para artistas visuais e fotógrafos, por exemplo), o Pinterest é usado como uma referência de tendências de moda, recursos de fotografia, entre outros exemplos que valorizem uma imagem de qualidade e alta resolução.

Google Meu Negócio

Essa rede permite que qualquer pessoa, principalmente nas proximidades do seu negócio, possa te encontrar ao pesquisar pelo seu produto no Google. Isso porque ele exibe informações como endereço, horários de movimento, imagens do estabelecimento, contato e redirecionamento para o site. Isso ajuda, e muito, a atrair pessoas que queiram ir até a sua empresa.

Como montar uma estratégia de redes sociais? 

Bem, podemos resumir o passo-a-passo para a montagem de uma estratégia de sucesso para o seu negócio. Veja como se sair bem na sua!

Passo 1 – Defina público e abordagem

Ao definir público, você consegue ir até ele e entender melhor seu comportamento, para poder definir em quais redes atuar, como em cada uma delas e que tipo de abordagem usar. Claro que, de uma rede para outra, pode haver uma mudança na linguagem. Mas, a medida certa para se comunicar em cada espaço você só encontra se conhecer bem seu público.

Definir e conhecer o seu público vai garantir que você consiga:

  • montar um cronograma com a frequência certa de publicações;
  • acertar nos horários mais estratégicos;
  • publicar conteúdo interessante;
  • manter a interação na medida certa;
  • aplicar bem a identidade visual da marca, entre outros.

Todas essas ações são fundamentais para o sucesso do seu planejamento. Por isso, tenha bastante cuidado para não ignorar qualquer uma dessas etapas fundamentais para o processo.

Passo 2 – Defina o objetivo e estabeleça metas

Depois de conhecer seu público, ficará mais fácil entender qual é o papel de cada rede social na sua jornada de compra. Dessa forma, será possível estabelecer seu objetivo com as redes sociais e acompanhar o alcance do mesmo, a partir das métricas de acompanhamento e KPI (indicador chave de performance, aquele que vai indicar se o objetivo foi alcançado). 

Você pode definir que quer mais alcance, por exemplo ou que deseja engajamento com a marca. Neste caso, para cada objetivo, você deve avaliar as métricas que mais te ajudarem a tirar a conclusão dos resultados.

Passo 3 – Comece a gerir

Com tudo pronto até aqui, você já vai começar a agir e a gerir suas redes sociais. Gerir significa planejar, criar e publicar os conteúdos previstos. Também significa mensurar resultados e acompanhar o desempenho de cada publicação, além de mapear o que está dando certo e o que não está dando certo (para ajustar a sua rota de conteúdo).

Como fazer a gestão das redes sociais 

Para fazer uma boa gestão de redes sociais, você pode organizar planilhas para acompanhar manualmente e estar sempre online para publicar nos melhores horários e interagir com os seus clientes. Parece um pouco apertado, mas você também tem alternativa.

Atualmente, plataformas de gestão vão te ajudar muito a otimizar o seu trabalho e garantir até mais retorno para a sua página. O Bume, por exemplo, vai contribuir para algumas dessas ações, como:

Além disso, há outros três recursos fundamentais para uma boa gestão. Vamos destacá-los agora.

Agendamento de posts 

Sabe aquele horário estratégico de postagem em que você está fazendo outras coisas, como um curso ou um happy hour com os amigos? Você poderá respeitá-lo sem precisar logar e publicar, porque a plataforma permite o agendamento de publicações no Instagram (feed e stories), LinkedIn, Twitter e Google Meu Negócio.

Logo, você poderá ter uma frequência e horários respeitados, sem precisar fazer isso manualmente. 

Gestão de indicadores

O Bume também apresenta dashboards de resultados e isso ajuda muito a ter um painel automático, para avaliar o seu engajamento e demais indicadores importantes, que se fazem necessários para uma boa gestão das suas redes sociais.

Resposta a menções

Sabe quando um fã te menciona no storie? Com o Bume você vai conseguir configurar uma resposta automática a elas. Se você cadastrar uma bem natural, consegue demonstrar mais proximidade com o seu público, além de responder atenciosamente a quem está se lembrando de você.

O que não fazer na gestão de redes sociais?

Podemos citar várias formas de você arruinar sua estratégia por completo. Mas, entre os principais erros, podemos citar:

  • não conhecer bem o seu público;
  • não acompanhar e gerir as ações;
  • não otimizar;
  • não automatizar processos.

Cometer qualquer um dos erros acima vai fazer com que todo o seu planejamento não tenha mais eficácia. Gerir redes sociais não é uma tarefa tão fácil quanto parece. Mas é preciso ter disciplina para não queimar fases no processo e não se equivocar com a execução das ações.

Conclusão

O que podemos concluir é que se você quer ter uma estratégia de marketing digital que dê certo, você precisa incluir a gestão das redes sociais nos seus planos. No entanto, não basta fazer publicações aleatórias e sem foco em um objetivo que faça sentido,

A gestão de redes sociais é algo fundamental para que você consiga ter consistência e resultados. Por isso, não se iluda. Se deseja trabalhar com as redes, você precisa se planejar e gerir.

Acha que está pronto para começar a gerir as redes sociais do seu negócio? Faça um teste grátis no Bume e aproveite para colocar em prática tudo que dissemos acima. 

Teste grátis BumePowered by Rock Convert

Você também pode gostar