Home ⠀Vendas e Atendimento 10 dicas para fazer a gestão de equipes inovadoras

10 dicas para fazer a gestão de equipes inovadoras

Gestão de equipes: Foto de uma sala de reuniões com 4 pessoas sentadas ao redor de um mesa. No fundo tem uma mulher em pé apontando par aum quadro branco

A gestão de equipe focada em inovação é a espinha dorsal de toda empresa de sucesso. É o que diferencia uma empresa da concorrência e a ajuda a crescer e prosperar.

No entanto, fazer com que sua equipe pense de maneira ousada nem sempre é fácil. Em uma pesquisa da Robert Half, 35% dos diretores financeiros disseram que o maior obstáculo para avanços organizacionais é a falta de ideias inovadoras.

Além disso, os executivos entrevistados também citaram o excesso de burocracia (24%) e o atolamento nas tarefas diárias ou apagando incêndios (20%) como outras barreiras importantes.

Sabendo do quanto é desafiador orientar o time rumo à inovação e a transformação digital, queremos ajudar você. Neste post, apresentamos 10 dicas para gerenciar equipes inovadoras

Continue lendo o artigo e saiba como incentivar a criatividade e a inovação, impulsionando o crescimento do seu time.

O que é gestão de equipe com foco em inovação?

Imagine que você foi convidado a liderar uma nova “equipe de inovação”.

Sua tarefa é construir um time que possa apresentar uma nova ideia de negócio geradora de receita, gerenciando-a desde o conceito até o lançamento do produto ou serviço. 

No entanto, você tem um sério desafio em suas mãos: encontrar um novo crescimento além do núcleo será difícil em uma empresa que fabrica os mesmos produtos há décadas e tem uma cultura avessa ao risco. 

A boa notícia é que você recebeu um orçamento e a liberdade de montar seu próprio time dos sonhos para ajudá-lo em sua missão. Por outro lado, você não tem muito tempo e o diretor está ansioso por resultados

A gestão de equipes é saber aproveitar o talento de cada pessoa e direcionar os esforços de cada um para otimizar os resultados. A inovação é apenas um ingrediente para facilitar o caminho até o aumento desse resultado.

10 dicas para gerenciar equipes inovadoras 

Existem diferentes equipes com objetivos distintos em uma instituição. No entanto, todas elas possuem algumas características em comum.

As dicas a seguir se encaixam na maioria dos desafios de inovação de cada grupo. Leia com atenção e selecione as melhores para aplicar ao seu negócio.

1. Gestão de pessoas e desenvolvimento de equipes

A primeira etapa na construção da equipe de inovação é selecionar as pessoas certas.

A melhor maneira de começar é entendendo o trabalho real que a equipe fará e, em seguida, alocando as pessoas certas em torno dessas atividades-chave. 

Uma das dicas para gerenciar equipes inovadoras é construir um time com profissionais com diferentes perfis.

O ciclo de inovação abrange:

  • Uma fase criativa para gerar novas ideias de negócios.
  • Uma fase analítica para entender seu potencial de negócios.
  • Uma fase de desenvolvimento para refinar as ideias mais promissoras e testá-las no mercado. 

Sendo assim, a fase criativa é só uma parte do processo. Por isso, não basta se cercar de profissionais que pensem “fora da caixa”. A melhor abordagem é reunir uma equipe que tenha a “maior caixa” possível.

Gestão de equipes: Foto de 3 pessoas sentadas com as mãos obre uma mesa de madeira.
Photo by Dylan Gillis on Unsplash

Construa uma caixa maior, em vez de tentar pensar fora dela!

A caixa representa a soma de experiências, habilidades, redes profissionais e conhecimentos acadêmicos que a equipe possui coletivamente.

Quanto mais diversificado o perfil do seu grupo, maior será o repertório de experiências que os profissionais podem acessar para inovar. 

Uma caixa grande é útil por muitos motivos, especialmente porque aumenta a probabilidade de formar novas conexões cognitivas entre todos os membros da equipe, gerando os momentos “a-há” que estimulam grandes novas ideias e identificam possibilidades não descobertas. 

Focar na gestão de equipe pensando numa caixa maior permitirá que eles sejam mais capazes de lidar com os vários desafios e questões que surgem ao longo de uma jornada desde a geração de ideias até o lançamento.

2. A gestão de equipe de vendas consiste na experiência

O velho ditado “não é o que você sabe, mas quem você conhece” é verdadeiro para as equipes de inovação.

Para que a gestão de equipe de vendas seja eficiente é necessário ter membros bem conectados, que podem buscar apoio de outros profissionais. 

De acordo com o guru da gestão de projetos Jon Katzenbach: “Em uma equipe de inovação, não há como separar o inovador individual de sua rede”. Uma equipe de inovação que não tira proveito de suas redes terá menos sucesso.

Embora as equipes de inovação normalmente se conectam de maneira bastante instintiva, acreditamos que a qualidade das redes profissionais deve ser um critério de seleção explícito quando as decisões de pessoal são tomadas. 

3. Escolha um bom líder de equipe e dê autonomia

Ter apenas um líder designado na equipe é o ideal.

Embora algumas equipes de inovação tenham feito experiências com duplas ou trios de liderança, elas raramente tiveram sucesso.

Um empresário, Tim Ogilvie, que fazia parte de uma equipe de liderança tripla em uma startup de software, comentou: “Qualquer equipe de inovação que tenha mais de um líder não está preparada para o sucesso. Isso porque direitos de voto iguais criam um impasse sobre as decisões e parceiros mal-humorados!” 

Já um líder solo é livre para assumir a visão e tomar as decisões finais na gestão de equipe, o que o ajuda a manter o processo em ritmo acelerado, uma característica vital nesse tipo de trabalho. 

Um princípio importante da liderança de equipe é que os líderes mais bem-sucedidos têm total autonomia sobre a seleção da equipe.

Eles são livres para recrutar as pessoas que acharem necessárias para a trabalhar no seu grupo e podem fazer substituições quando as mudanças forem necessárias.

Ser capaz de demitir um membro-chave é um aspecto importante do sucesso da equipe, pois os profissionais precisam permanecer ágeis e flexíveis que pode responder às necessidades do projeto a qualquer momento.

4. Construa uma equipe que possa identificar oportunidades

Todos nós sabemos que uma boa ideia de negócio geralmente preenche uma lacuna no mercado, atendendo a algum tipo de demanda reprimida para a qual não havia outra solução disponível.

É um começo importante, mas não basta para ser considerada uma verdadeira inovação para gestão de equipe. 

A inovação acontece quando não existe apenas uma boa ideia, mas também clientes reais dispostos a pagar por ela, ou seja, também existe um mercado na lacuna.

Surpreendentemente, as equipes de inovação muitas vezes se esquecem de trazer as habilidades necessárias para garantir que essas duas coisas aconteçam.

Ser capaz de avaliar o tamanho de um mercado costuma ser a parte que as equipes de inovação acham mais fácil. Até mesmo porque os profissionais analistas desenvolvem esse tipo de avaliação. 

Para gerar ideias criativas e identificar lacunas no mercado, nada pode substituir os insights originais colhidos por meio de um membro da equipe treinado em etnografia.

O papel de um etnógrafo é observar o comportamento do consumidor e gerar insights sobre suas necessidades não atendidas, que, geralmente, levam a oportunidades de inovação maduras.

Isso porque os etnógrafos passam o tempo observando e entrevistando os consumidores enquanto eles realizam suas atividades diárias, procurando por pontos problemáticos e entendendo suas motivações. 

5. Treine sua equipe de atendimento para contar histórias

A capacidade de comunicar a nova ideia de negócio é quase tão importante quanto a qualidade da própria ideia.

Na atendimento, por exemplo, é absolutamente vital que as pessoas tenham uma compreensão clara da proposta de valor do conceito e um entusiasmo compartilhado para torná-lo bem-sucedido.

Os contadores de histórias podem descrever problemas e suas soluções de uma forma que cative a atenção e incentive a ação.

Eles podem ajudar na gestão de equipe colaborando de maneira mais intensa e focada, bem como obter mais apoio de outras pessoas na organização. 

As histórias podem ser contadas verbalmente, mas geralmente têm mais impacto se combinadas com métodos visuais, como storyboards, desenhos animados e filmes. 

Com o atendimento online, as equipes podem aproveitar esses recursos em chamadas de vídeo ou enviando uma vídeo de apresentação interativo para seus prospects.

Dessa forma, os clientes veem uma de nossas apresentações e ficam animados. Eles não apenas estão mais entusiasmados, mas também percebem menos erros, permitindo à empresa vender com mais rapidez.

6. Saiba administrar os conflitos na gestão de equipes remotas

Embora acreditemos firmemente que uma gestão de equipe diversificada alcançará os melhores resultados, não há dúvida de que reunir uma variedade tão grande de pessoas com funções, preferências de pensamento e perspectivas diferentes levará a algum atrito interpessoal.

Essas diferenças podem causar desconforto e até conflito, principalmente quando o relacionamento é feito virtualmente. Portanto, a atenção cuidadosa aos processos de trabalho da equipe é uma responsabilidade vital para a equipe.

Na verdade, não apenas alguns conflitos são inevitáveis, mas talvez até desejáveis. Uma das dicas para gestão de equipes inovadoras é formar pessoas de diferentes departamentos que não sejam 100% compatíveis. 

Em uma equipe de inovação, você quer ter os membros que aprendam a trabalhar juntos, mas não quer compatibilidade porque quer que suas ideias desafiem uns aos outros.

Fazer com que pessoas que pensam de maneira muito diferente trabalhem juntas de forma produtiva garante que a diversidade possa ser aproveitada em vez de ameaçar derrubar toda a equipe

Vale destacar que o “conflito construtivo” maximiza o debate e a solução de problemas relacionados ao próprio trabalho.

Uma forma de conflito construtivo é quando os membros do grupo desafiam as suposições e hipóteses uns dos outros na esperança de chegar a uma resposta melhor. 

7. Monte uma equipe de gestão da inovação

Às vezes, não importa o quão grande seja a equipe de inovação, pode ser útil enviar um estranho.

O suporte de um consultor externo pode funcionar como um recurso de conhecimento que pode inspirar uma organização a considerar estratégias ousadas e audaciosas

Em uma recente sessão de ideação com uma grande empresa, um membro sênior da organização de P&D apareceu para desempenhar o papel de irritante.

Ao contrário do resto de seus colegas que vieram em um vestido casual de negócios padrão, ele usava uma gravata borboleta brilhante e jeans.

Ele passou grande parte do dia trocando ideias de outros colegas, ao mesmo tempo em que reagia e construía com base nas ideias do grupo. Embora seus comentários fossem criativos e relevantes, eles estavam longe de ser sucintos e ele não parecia limitado pela agenda.

No final da sessão, entretanto, a sala fervilhava com um punhado de ideias de que esse homem havia contribuído para o grupo.

Sua capacidade de pensar expansivamente, sua longa história de trabalho e estudo de inovações corporativas e sua confiança para pensar em voz alta permitiram que ele agregasse valor significativo ao processo criativo.

Gestão de equipes: Foto de 2 pessoas em pé numa sala de reunião. uma delas segura um notebook com uma mão enquanto aponta para a tela com a outra. A outra pessoa está olhando para a tela
Photo by Mimi Thian on Unsplash

8. Lembre-se de definir metas e medir o progresso

Algumas pessoas que fazem a gestão de equipes negligenciam a definição de metas no início de um projeto porque a gama de resultados possíveis é tão extensa que eles acham impossível saber o que almejar. 

Por um lado, eles não querem almejar muito, pois não querem falhar, mas, ao mesmo tempo, não querem se limitar a considerar apenas oportunidades incrementais.

Mesmo que pareça um exercício difícil, as equipes que não têm disciplina para definir metas antecipadamente estão cometendo um erro.

Essa definição é essencial para conduzir o projeto de inovação. Quando um grupo de profissionais desenha uma imagem do futuro, eles alimentam a fome de sucesso ao mesmo tempo que mitiga o conflito.

Portanto, começar estabelecendo uma visão do que a equipe espera alcançar é o primeiro passo

As equipes de alto desempenho tendem a rever seus objetivos periodicamente como “uma forma de reforçar entre si seu compromisso com a causa”.

Além disso, vale destacar que as métricas que funcionam melhor são aquelas que a própria equipe criou em conjunto. Dessa forma, usar um software para gestão de equipes pode ser interessante.

9. Ofereça ferramentas para o intraempreendedorismo

Grande parte da inovação que ocorre no mundo de hoje está acontecendo por causa de empreendedores e, se as grandes corporações quiserem acompanhar, as mentalidades e os comportamentos na gestão de equipes inovadoras precisarão mudar.

Não à toa os empreendedores de sucesso atingem altos níveis de motivação e concentração quando chegam no auge da carreira. 

Esse nível de comprometimento e engajamento é difícil de imitar em uma grande corporação, onde os membros das equipes de inovação geralmente trabalham sob menos pressão.

Na verdade, muitas vezes ficamos surpresos ao ver membros de equipes de inovação corporativa realizando seu trabalho de uma maneira usual como um executivo de negócios.

Por isso, além de dar mais autonomia e liberdade para seu colaboradores agirem, também estimule a utilização de ferramentas inovadoras.

Um exemplo de ferramenta para equipe de vendas é o Inbox do Bume. Com ele você pode fazer a gestão de equipe de vendas de maneira muito mais prática.

A ferramenta permite que várias pessoas utilizem uma mesma conta de WhatsApp para fazer seu atendimento.

10. Trabalhe ações de motivação

Para que a gestão de equipe de inovação seja um sucesso, os membros da equipe devem estar totalmente comprometidos e não “um pé dentro, um pé fora”.

Ao examinar esse aspecto da motivação, é útil colocar o chapéu de um capitalista de risco para entender quais características são mais importantes para ele ao avaliar uma equipe de inovação.

Os inovadores de sucesso têm uma mentalidade única. A mentalidade é a de que tem que colocar todo o seu ser nesta iniciativa, pois quem tenta se proteger fracassa.

Aqueles que não colocam sua alma nisso normalmente não conseguem.  Ao observar as dicas para gestão de equipes inovadoras, o essencial é pensar em como montar, gerenciar e motivar seu time de maneira cuidadosa. 


Perguntas frequentes sobre
gestão de equipes

Como fazer a gestão de uma equipe?

Para fazer a gestão de equipes o líder precisa promover discussões saudáveis, engajar sua equipe e desenvolver boas práticas de inovação.
Entenda mais sobre gestão de equipes.

Qual o papel de um gestor de equipe?

O papel de gestor de equipes é contribuir para evolução dos profissionais mostrando o melhor caminho que as pessoas devem seguir. Além disso, ele precisa saber desenvolver talentos e promover interação entre as pessoas da sua empresa.
Saiba mais sobre como fazer a gestão de equipes.

O que é liderança e gestão de equipes?

A liderança é uma figura primordial para nortear a gestão de equipes com foco em inovação. Entenda mais sobre a gestão de equipes.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário

Apenas 1 número de WhatsApp, vários atendentes! CONHEÇA O BUME INBOX!